NOTÍCIAS
07/08/2014 22:12 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:45 -02

Eleições 2014: Dilma se mantém na frente e chance de 2º turno segue em aberto, aponta Ibope

ED FERREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO

Tudo como estava. É essa a mais clara percepção com base nos números da nova pesquisa Ibope, divulgada na noite desta quinta-feira (7). De acordo com o levantamento, os números se mostraram estáveis em relação aos dados anteriores, e as oscilações se deram dentro da margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

A presidente Dilma Rousseff aparece com 38% das intenções de voto, mantendo o número registrado em julho. Em seguida aparecem Aécio Neves (PSDB), que tem 23% (ele possuía 22% no mês passado) e Eduardo Campos (PSB), que tinha 8% em julho e agora aparece com 9%.

Outros candidatos citados foram Pastor Everaldo (PSC), com 3%, Luciana Genro (PSOL) com 1%, e Eduardo Jorge (PV) também com 1%. Votos brancos e nulos somam 13% e não souberam ou não responderam 11% dos entrevistados.

Com base nos números da pesquisa, e considerado o cenário de oscilação do levantamento, a realização de um segundo turno é possível, uma vez que o somatório de todos os candidatos iguala ou ultrapassa o percentual de Dilma Rousseff.

Todavia, em todas as simulações – contra Aécio e Campos –, a presidente vence o tucano por 42% a 36%; e o peesebista por 44% a 32%.

Avaliação do governo e vitória

O governo de Dilma foi avaliado de maneira positiva por 32% das pessoas entrevistadas, que consideram a gestão “boa” ou “ótima” (ela tinha 31% em julho). Já 35% acreditam que o governo é “regular”, enquanto 12% julgam a gestão “ruim” e ela é “péssima” para outros 19%.

Já em relação à expectativa de vitória, 55% dos entrevistados acreditam Dilma será reeleita, independentemente do candidato que eles pretendem escolher nas eleições presidenciais. Já 15% acreditam na vitória de Aécio, enquanto 4% opinaram em favor de Eduardo Campos.

Rejeição

Quando o entrevistado era questionado sobre em quem não votaria de jeito nenhum, Dilma foi a mais citada por 36%, seguida de Aécio (15%), Pastor Everaldo (11%), e Zé Maria (10%). Foram citados ainda Eduardo Campos (9%), Eymael (8%), Levy Fidelix (8%), Luciana Genro (7%), Mauro Iasi (7%), Rui Costa Pimenta (6%), e Eduardo Jorge (5%). Não responderam ou não souberam 21%, enquanto 14% disseram que poderiam voltar em qualquer um dos candidatos.

O Ibope ouviu 2.506 eleitores em 175 municípios, entre os dias 3 e 6 de agosto. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e o nível de confiança é de 95%. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-00308/2014.