NOTÍCIAS
06/08/2014 19:57 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:45 -02

Exclusivo: a arte de outro mundo do Burning Man 2014

Uma das melhores coisas do Burning Man, a celebração pós-apocalíptica de expressão criativa que aparece no deserto de Nevada por uma semana todo mês de agosto, é a admirável coleção de arte à mostra.

As instalações e os “carros-arte” que circulam pelos dois quilômetros da cidade temporária mostram que a capacidade da imaginação é infinita. Onde mais no universo você veria um polvo steampunk cuspindo fogo e levitando sobre uma homenagem à forma feminina de quase 20 metros de altura e feita de LEDs?

O Huffington Post teve o privilégio de olhar em primeira mão alguns dos projetos que estarão presentes no evento deste ano, que começa em algumas semanas e gira em torno do tema “caravansaray”. Enquanto os artistas finalizam suas criações e arrecadam os últimos fundos para trazer à vida seus sonhos mais desvairados, reunimos algumas das obras que com certeza estarão entre as mais influentes do Burning Man 2014.

De uma vagina brilhante e gigante a uma coleção de flores de lótus mecânicas que acendem conforme os batimentos cardíacos dos espectadores, dê uma olhada nas criações bizarras que vão embelezar a tela mais empoeirada do mundo este ano (Grover Norquist à parte):

Abraço

embrace

Apesar de enorme, a peça é simples – uma escultura de 27 metros de duas pessoas se abraçando. Mas o criador Matt Schultz espera que seu trabalho transmita uma mensagem mais profunda para os observadores, uma mensagem inspirada pela sensação de perda que ele viveu com a morte do seu padrasto, dois anos atrás.

“Abraço é um lembrete para que as pessoas separem um tempo em suas vidas para passar com as pessoas que amam”, disse ele ao HuffPost. “Esperamos que as pessoas pensem em todos os relacionamentos de suas vidas, do passado, do presente e futuro, e considerem o que os torna tão importantes

A Super Piscina

super pool

A Super Piscina é uma versão maior e mais irada da instalação lendária A Piscina. Nessa versão nova e melhorada, o escultor Jen Lewin criou um playground de LED de 500 metros quadrados no qual os participantes interagem com círculos de luz por meio de seus movimentos. “Imagine uma tela gigante na qual você pode pintar e derramar luz de forma colaborativa”, disse Lewin ao HuffPost em uma mensagem.

Minarete

minaret

O totem psicodélico escalável de Bryan Tedrick estreou no Burning Man de 2010, e vai reaparecer este ano. “Esse farol do deserto atrai as pessoas e se torna um ponto de encontro natural”, explicou ele, acrescentando que a subida até o topo não é para qualquer um. “A escalada pode ser difícil, uma progressão desafiadora do áspero ao suave, da Terra ao céu, do físico ao espiritual.”

Roda da Fortuna

wheel of fortune

A instalação inteiramente desenhada e produzida por mulheres tem uma enorme roleta decorada com cartas de tarô, um gazebo, onde os espectadores podem relaxar, e, é claro, um candelabro de fogo. Tudo é movido a energia solar, ainda por cima. “Os materiais são reciclados, e a obra vai funcionar como uma grande bússola, um lugar para reflexão pessoal, leitura de cartas e insight”, diz ao HuffPost Jill Sutherland, uma das designers.

Vulvatron

the vulvatron

Quem poderia construir um tributo mastodôntico à anatomia feminina além de um grupo chamado Clitterati? A vagina de 6 metros de altura, feita de LEDs, também terá projeções de formas femininas e tecidos sensoriais chamados de “zona erógena”. “Ficamos muito felizes quando alguém parece pouco à vontade com o nome”, diz a líder da equipe de design, Rebecca Frisch. “Estamos usando essa oportunidade para começar uma conversa e queremos ajudar uns aos outros a explorar nossos gatilhos e ampliar as fronteiras sociais impostas pela nossa cultura.”

Pulso e Florescência

pulse and bloom

Uma experiência completamente interativa, o Pulso e Florescência é feito de 25 flores de lótus mecânicas. Quando os participantes encostam nas flores, elas acendem de acordo com os batimentos cardíacos das pessoas. “Queremos usar a tecnologia para tornar mais visíveis nossos mundos interiores”, disse a artista Saba Ghole ao Huffington Post.

Lost Tea Party

lost tea party

Mais caravana que “arte-carro”, o Lost Tea Party vai atravessar o Burning Man como um trem composto por bules enormes, soprando vapor de verdade. Os participantes do festival poderão subir no trem e serão guiados por “beduínos vestidos com roupas tradicionais do deserto”. De acordo com o artista Wreckage, que lidera o projeto com o coletivo Mutoid Waste, a obra parece a união improvável de Alice no País das Maravilhas com Laurence da Arábia.

As Rodas de Zoroastro

wheels of zoroaster

Esta será a sexta versão das Rodas, uma instalação de rodas de fogo inspiradas nos lendários dançarinos do fogo do Burning Man, disse ao HuffPost o artista Anton Viditz-Ward.

Celestial Mechanica

celestial mechanica

As pessoas são incentivadas a interagir com a obra, uma réplica circulante do sistema solar de 50 metros criada pela artista Jessika Weltz. “Vamos dar a chance de vivenciar a beleza e a força do nosso sistema solar com todos os cinco sentidos”, diz Ashley Ortega, uma voluntária que ajuda a criar a obra. “Cada noite, um planeta vai brilhar por dentro.”

ParaSolvent

parasolvent

Dan Benedict, artista que estará pela primeira vez no Burning Man, espera manter a estética de sua obra em segredo. Ele descreve o projeto como um “grande círculo de guarda-sóis vermelhos que atravessam uma figura humana enquanto fechados. Os guarda-sóis saem da figura, se abrem subindo em direção ao ápice e depois descem, se fechando”. Ele acrescente que, como ex-membro da igreja mórmon, costuma buscar na arte uma maneira de se conectar com os outros.

O Retorno do Racken

racken

“Somos a única instalação de arte em que você pode trancar sua bicicleta”, diz Tyler Fuqua sobre sua criação em forma de polvo, que apareceu pela primeira vez no Burning Man do ano passado e que, desde então, foi atualizada com novas seções de tentáculos. “Quem vai esquecer que trancou a bicicleta num polvo gigante?”

Squared

squared

A árvore de 17 metros de Charles Gadeken, feita de cubos de LED presos a tubos de aço, reflete o universo de complexidade, mistério e aleatoriedade que define nossa jornada através do tempo e nossa emergência na era futura”, disse ele ao HuffPost em uma declaração. “A árvore oferece sombra durante o dia e um show mágico de luzes durante a noite.”

Árvore da (Im)permanência

tree of impermanence

A Árvore da (Im)permanência sobe de um minúsculo piano de brinquedo que, quando tocado, ativa os sinos e tubos que formam seus galhos. À noite, os galhos acendem com o tocar de cada nota, e o criador Nick Geurts espera que os participantes façam sessões de ioga e meditação sob a árvore. “A ideia é que seja uma experiência não somente auditiva, mas uma jornada de autodescobrimento” , disse ele ao HuffPost.

O Último Posto

the last outpost

Uma casa que vai assombrar os cantos mais escuros da sua psique, o Último Posto é uma “experiência imersiva” que conta a história de um grupo de voluntários do Burning Man que desapareceu misteriosamente. “Amo terror e ficção científica lentos e psicológicos, e essa instalação é como construir um set para uma peça insidiosamente aterradora que ainda não foi escrita”, disse Shing Yin Khor ao HuffPost. “Espero que as pessoas caminhem pela casa, passem algum tempo tentando desenrolar o mistério que ela guarda.”

Hayam Sun Temple

hayam sun temple

O designer Josh Haywood se inspirou nas construções mouras que ele estudou na faculdade de arquitetura. Ele espera que esse “minúsculo palácio batizado de amor” seja um retiro físico e espiritual para os visitantes. “A estrutura oferece refúgio do calor do sol e um lugar espiritual e íntimo para que as pessoas se reúnam e descansem”, disse ele ao HuffPost. “À noite, os quatro pilares acendem, como uma lanterna gigante.”