COMPORTAMENTO
04/08/2014 10:38 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Juntos há 62 anos, casal dá as mãos e morre com quatro horas de diferença nos Estados Unidos

KERO

Há 62 anos, Don and Maxine Simpson prometeram que o amor deles duraria para sempre - e cumpriram a promessa até o fim de suas vidas, morrendo apenas com quatro horas de diferença um do outro e de mãos dadas.

É uma história de amor para todas as idades: Don e Maxine se conheceram em uma pista de bowling em Bakersfield, na Califórnia, se apaixonaram e se casaram alguns anos depois. O casamento deles durou mais de seis décadas, segundo o site KERO.

"Tudo o Don queria era estar com sua esposa. Ele adorava minha avó, amava-a até o fim do mundo", disse Melissa Sloan, neta do casal.

Há duas semanas, Don caiu e quebrou o quadril. Sua família o levou para o hospital, mas sua saúde se deteriorou rapidamente. Ao mesmo tempo, Maxine - que estava lutando contra o câncer - viu sua doença se agravar.

casal morre junto

A família decidiu colocá-los lado a lado, no mesmo quarto, para que um desse forças ao outro. "Minha avó abriu os olhos e viu meu avô. Eles deram as mãos e sabiam que estavam próximos", diz Sloan.

E completa:

"Suas camas ficaram lado a lado", disse ela. "Minha avó acordou, viu meu avô, eles deram as mãos e sabiam que estavam ao lado do outro.", relatou.

Segundo a neta, foi Maxine que morreu primeiro. Enquanto o corpo era retirado do quarto, ela diz ter percebido a respiração do avô diminuir. Quando ela voltou, Don também havia morrido. Médicos afirmam que o intervalo entre as mortes foi de quatro horas. "É uma verdadeira história de amor", acrescentou.