NOTÍCIAS
01/08/2014 10:24 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Soldado russo posta selfies no Instagram a partir de territórios do leste da Ucrânia (FOTOS)

Reprodução/Instagram

Chefes de Estado das maiores potências do mundo trocam graves acusações sobre o avião MH17 da Malaysia Airlines, que caiu no leste da Ucrânia no dia 17 de julho.

Obama, Merkel e companhia acusam Moscou de envolvimento com os separatistas. Vladimir Putin nega.

O maior indício do envolvimento russo com os rebeldes que chegou a público até agora, no entanto, saiu de longe do primeiro-escalão das intrigas internacionais: veio do Instagram aparentemente inofensivo de um soldado russo fanfarrão.

Sanya Sotkin, um militar viciado em selfies de 24 anos, vem postando uma série de autorretratos em contextos de guerra. Até aí, tudo bem. Só que a geolocalização das postagens indica que as fotos foram tiradas no leste da Ucrânia, muito perto do local da queda do avião. As fotos foram tirada sem Kranaya Talovka e Krasnyi Derkul, cidades da região controlada pelos separatistas.

Selfies de soldado russo na Ucrânia

Em uma das postagens, ele diz em russo: "Por aí, trabalhando em um buk, ouvindo música, basicamente um bom domingo". Segundo os Estados Unidos, foi um míssil Buk de fabricação russa o artefato que derrubou o voo MH17, matando todos os 298 passageiros.

Antes disso, ele postou: "Ainda não entendi o que estamos fazendo aqui. Então continuamos ficando um pouquinho loucos, escutando #sweadishhousemafia e esperando pelas novas notícias da Ucrânia!". A tradução é do New York Post.

Existe, é claro, a possibilidade de que essas evidências tenham sido forjadas. No Guardian, o jornalista Jonathan Jones suscita algumas suspeitas. Por que o suposto soldado só posta fotos em close, de si próprio? Ele realmente é um soldado russo? Ainda segundo Jones, algumas fotos aparentam estar photoshopadas.

É possível também que a geolocalização das postagens tenha sido alterada por meio de um recurso chamado "GPS ghosting".

LEIA MAIS

- Rússia ameaça União Europeia com aumento no gás e critica sanções dos Estados Unidos

- Caixa-preta revela que 'explosiva descompressão maciça' derrubou avião, diz fonte em Kiev