COMPORTAMENTO
01/08/2014 09:27 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Diretor de escola pede para mãe "amamentar o bebê discretamente"

Reprodução/Fox.com

Quando Andrea Scannell levou suas crianças para almoçar numa escola de ensino médio de Utah jamais esperava que dar de mamar para seu bebê fosse gerar uma carta de reclamação do diretor da escola.

Segundo Scannell, um funcionário da escola lhe entregou a carta (abaixo) do diretor da Mount Logan Middle School, Mike Monson, que se tornou um viral quando seu marido postou uma foto no Reddit.

A carta pegou a mãe completamente de surpresa. “Ninguém parecia pouco à vontade”, disse Scannell ao Utah4.

Aparentemente, algumas pessoas “expressaram preocupação” com a amamentação em público. Monson também escreveu que, apesar de pessoalmente reconhecer a beleza de uma mãe alimentando sua criança, ele não gostaria que seu filho visse algo do gênero sem antes receber uma explicação.

“Dessa forma, peço gentilmente que você encontre uma maneira de amamentar o bebê discretamente, seja com um pequeno cobertor ou em uma área mais privada, enquanto o almoço é servido”, diz a carta, em parte.

“Esse tipo de humilhação, de bullying, impede que outras mulheres amamentem em público”, disse ela à Fox13. Sem falar que a lei permite que mulheres amamentem em público em todos os 50 Estados, incluindo Utah.

amamentação carta

Apesar de o superintendente do distrito da escola, Marshal Garrett, entender o direito das mulheres que amamentam, ele afirmou ao Utah4 que espera que Scannell fosse mais “sensível às necessidades dos outros”. O diretor Molson diz apenas ter respondido a reclamações.

Scannell recebeu apoio na vida real – na sexta-feira ela promoveu um protesto de mães na escola -- e também online. No Facebook, a defensora da amamentação Breastfeeding Mama Talk postou uma imagem de carta para promover conscientização.

“Não quero saber se você concorda ou não com essa carta, pois não é a questão. LEGALMENTE é o direito da mulher dar de mamar da maneira que ela quiser. Então o simples fato de que eles tenham escrito uma carta formal basicamente fazendo bullying e exigindo que ela amamente de maneira a atender ÀS NECESSIDADES PESSOAIS DELES é mais que errado”, escreveu ela.

No Reddit, um comentário resumiu a questão perfeitamente. “Gosto de ver como a escola prefere que uma criança fique com fome a ver um seio”, escreveu Droviin.