NOTÍCIAS
23/07/2014 15:31 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Sepulturas de Monteiro Lobato e Mário de Andrade são violadas em cemitério de São Paulo

DARIO OLIVEIRA/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO

Conhecido pelo valor cultural e por abrigar túmulos de personalidades históricas, o Cemitério da Consolação, em São Paulo, foi alvo de bandidos mais uma vez.

Sepulturas dos escritores Mario de Andrade e Monteiro Lobato foram violadas e outros túmulos estão sem portas e sem placas de identificação.

De acordo com o Serviço Funerário Municipal, desde o final de 2013 até julho deste ano, 220 peças foram furtadas do Cemitério da Consolação.

No mesmo período foram registrados 600 boletins de ocorrência nos vinte e dois cemitérios administrados pela Prefeitura de São Paulo.

Na maioria delas, vasos, portões e esculturas de bronze são alvo dos criminosos. Em julho deste ano, pelo menos 15 peças não especificadas foram furtadas do local.

Dentre as peças roubadas recentemente estão o portão de bronze de Monteiro Lobato, que já tinha sido furtado em abril deste ano. O ocorrido só foi registrado na última segunda-feira (21). O boletim de ocorrência informa que a porta de bronze foi furtada no último dia 17 de julho.

O caso é investigado e nenhum suspeito foi preso até o presente momento. Em março, a polícia conseguiu prender quatro pessoas pelos furtos e os objetos foram recuperados, segundo a Veja São Paulo.

(Com Estadão Conteúdo)