NOTÍCIAS
17/07/2014 17:09 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:42 -02

Brasil bate a Rússia e vai à semifinal da Liga Mundial

Paolo Bruno via Getty Images
FLORENCE, ITALY - JULY 17: Lucas Saatkamp of Brazil spikes the ball during the FIVB World League Final Six match between Russia and Brazil at Mandela Forum on July 17, 2014 in Florence, Italy. (Photo by Paolo Bruno/Getty Images for FIVB)

A seleção brasileira masculina de vôlei ignorou o seu retrospecto recente ruim diante da Rússia e assegurou antecipadamente a sua classificação às semifinais da Liga Mundial. Nesta quinta-feira, em Florença, a equipe dirigida por Bernardinho derrotou a Rússia por 3 sets a 1, com parciais de 26/24, 22/25, 25/23 e 25/22.

A partida contra os russos foi a primeira do Brasil na fase final da Liga Mundial, mas o triunfo já foi suficiente para garantir a presença da equipe nas semifinais. Afinal, a seleção dirigida por Bernardinho soma três pontos, enquanto a Rússia está com dois e o Irã com um no Grupo I.

A Rússia, porém, encerrou a sua participação na chave e, portanto, não pode mais ultrapassar o Brasil. Já a seleção vai encarar o Irã nesta sexta-feira, às 12h30 (horário de Brasília), em busca do primeiro lugar da chave. E uma derrota brasileira elimina o Irã.

Assim, o Brasil segue firme na luta pelo seu décimo título na Liga Mundial, mesmo após uma primeira fase em que foi extremamente irregular, com seis vitórias e seis derrotas. Além disso, encerrou uma série de quatro tropeços diante da Rússia, que incluiu a final da Olimpíada de Londres, em 2012, e também a decisão da última Liga Mundial.

O primeiro set da partida desta quinta-feira foi bastante equilibrado, mas a Rússia liderou o placar durante os principais momentos, tanto que foi em vantagem para os dois tempos técnicos. O Brasil, porém, não se abalou, manteve a concentração até o fim da parcial e venceu por 26/24, com o ponto decisivo sendo feito por Lucarelli.

A Rússia deu a resposta no segundo set. Os atuais campeões da Liga Mundial se mantiveram à frente do placar desde o começo e dessa vez não permitiram a reação brasileira. Assim, venceram a parcial por 25/22, contando com atuação inspirada de Spiridonov, e empataram a partida.

A seleção brasileira não se abateu e mostrou poder de reação no terceiro set. A Rússia chegou a abrir 20/17, mas acabou sendo batida por 25/23, com Lucarelli fazendo, mais uma vez, o ponto decisivo. A virada parece ter enchido o Brasil de moral.

Dessa vez, a seleção abriu vantagem confortável logo no começo do quarto set. Assim, a equipe pôde administrar com mais tranquilidade a partida e venceu a parcial por 25/22, com um ataque de Wallace, se garantindo antecipadamente nas semifinais da Liga Mundial, além de derrotar o seu recente algoz. E Wallace, aliás, foi o principal destaque da vitória brasileira ao fazer 23 pontos, cinco a mais do que Nikolay Pavlov, o jogador mais efetivo da Rússia no duelo.

A fase final da Liga Mundial prossegue nesta quinta-feira com mais uma partida. Às 15h30, Estados Unidos e Austrália vão duelar pelo Grupo H.