NOTÍCIAS
13/07/2014 18:33 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:35 -02

Pela 3ª vez seguida, final de Copa do Mundo vai para prorrogação

Jamie McDonald

Se o torcedor que fosse ao estádio pagasse por tempo de jogo, certamente a arrecadação em finais de Copa do Mundo ia render mais lucros para os organizadores do evento. Assim como as decisões de 2006 e 2010, Alemanha e Argentina não resolveram o campeão mundial de 2014 nos 90 minutos regulamentares.

Pela 7ª vez na história, a decisão da Copa foi para a prorrogação. O empate sem gols no tempo normal também não é novidade: em 1994, Brasil e Itália ficaram no 0x0 e a Seleção Canarinho só conquistaria o tetra na disputa de pênaltis. Em 2010, Espanha e Holanda não balançaram a rede nos 90 minutos, mas Iniesta garantiu o título da Fúria com um gol no 2º tempo da prorrogação. Dessa vez, Gotze foi o herói.

Conheça todas as finais de Copas que foram decididas após o tempo regulamentar.

Copa de 1934: Itália 2x1 Tchecoslováquia - 1x1 no tempo normal

Copa de 1966: Inglaterra 4x2 Alemanha Ocidental – 2x2 no tempo normal

Copa de 1978: Argetina 3x1 Holanda – 1x1 no tempo normal

Copa de 1994: Brasil 0x0 Itália – O Brasil venceu por 3x2 nos pênaltis

Copa de 2006: Itália 1x1 França – A Itália venceu por 5x3 nos pênaltis

Copa de 2010: Espanha 1x0 Holanda – 0x0 no tempo normal

Copa de 2014: Alemanha 1x0 Argentina – 0x0 no tempo normal