NOTÍCIAS
06/07/2014 13:18 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:35 -02

Em quatro anos, Aécio aumentou patrimônio em 303%; Dilma, 64%; Campos, 5%

Montagem/Estadão Conteúdo

Aécio Neves ficou R$ 1.873.938,23 mais rico nos últimos quatro anos.

O senador do PSDB, candidato a presidente da República neste ano e nome forte nas pesquisas eleitorais, aumentou seu patrimônio em 303% desde 2010. Naquele ano, quando disputou a eleição para o Senado, Aécio declarou à Justiça Eleitoral patrimônio de R$ 617.938,42. Agora, ao pedir registro para disputar a Presidência da República, afirmou ter um patrimônio de R$ 2.491.876,65.

De acordo com nota do PSDB, o motivo para o crescimento do patrimônio foi uma herança recebida de seu pai, Aécio Ferreira da Cunha, falecido em outubro de 2010.

Quem também teve crescimento no patrimônio foi a presidenta Dilma Rousseff. Ela, que tenta a reeleição pelo PT, ficou R$ 684.348,17 mais rica em quatro anos. Em 2010, Dilma declarou um patrimônio de R$ 1.066.347,47; neste ano, o valor total dos bens passou a R$ 1.750.695,64 — crescimento de 64%.

Eduardo Campos, candidato pelo PSB e um dos três nomes mais bem colocados nas pesquisas, declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de R$ 546.799,50 — 5% de crescimento em relação ao patrimônio de 2010. Naquele ano, quando concorreu ao governo de Pernambuco, seus bens valiam R$ 520.626,04.

(Com Agência Estado)

LEIA MAIS

- Eleições 2014: Calendário do TSE mostra as principais datas da campanha eleitoral

- Eleições 2014: O que você precisa levar para votar em outubro

- Saiba que cargos estão em disputa em outubro