VIRAL
24/06/2014 21:49 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:45 -02

Aborto, casamento gay e legalização da maconha: três gols do legislativo uruguaio ainda não marcados pelos brasileiros

Em dia de vitória do Uruguai, esta imagem com um bandeirão comparativo entre nossos vizinhos e o Brasil viralizou hoje no Facebook. Por quê?!



Compartilhada por Renato Cinco, vereador do Rio de Janeiro, e reproduzida por diversas outras páginas no site social, a comparação é clara: aborto, casamento gay e legalização da maconha já são realidade na terra de Mujica, enquanto no Brasil... pff.

Vamos falar a realidade: quando o tema são liberdades as individuais, o poder legislativo uruguaio já têm estas três grandes conquistas como leis, e com resultados importantes para o país. Vamos listar.

1. Aborto seguro não mata no Uruguai

Em um ano, mais de 6 mil abortos seguros foram realizados no país. Detalhe: nenhuma morte foi registrada em decorrência destes procedimentos.

2. Casamento Gay teve apoio do legislativo

A Câmara do Uruguai aprovou a lei que garante o casamento igualitário com louvor em 2013: 78% dos deputados votaram à favor. Enquanto isso, no Brasil, o tema não passou por discussão, nem na Câmara, muito menos no Senado, ficando a cargo do poder judiciário garantir direitos para os casais homossexuais com a união homoafetiva: STF e a CNJ tem resoluções sobre o assunto.

3. Legalização da maconha: primeiríssimo do mundo

Decisão mais recente, em maio de 2014 o presidente Mujica assinou a lei que tornou o Uruguai o primeiro país a regulamentar o mercado da maconha no mundo. A gente explicou nesta reportagem como funciona o comércio por lá, amparada por uma legislação avançada e moderna.