NOTÍCIAS
16/06/2014 10:15 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Alemão Miroslav Klose inicia caminhada para quebrar recorde de Ronaldo Fenômeno na Copa do Mundo

MARCELO MACHADO DE MELO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Miroslav Klose já avisou: a Copa do Mundo no Brasil será a sua última pela seleção da Alemanha. Por isso, nada melhor do que terminar a sua trajetória por cima, primeiro com o título e, se possível, com mais uma marca pessoal: a de maior artilheiro dos Mundiais. Ironicamente, isso pode vir na terra do atual dono do recorde, o brasileiro Ronaldo Fenômeno.

“Eu não posso dizer que não me interessa, eu sou ambicioso demais para isso, mas o time sempre bem em primeiro lugar”, disse Klose recentemente, em declarações reproduzidas pelo site oficial da Fifa. Klose já marcou 14 gols em três participações em Copas, um a menos do que Ronaldo.

Levando em conta que o alemão de 36 anos nunca marcou menos de quatro gols em um Mundial – como na última Copa, na África do Sul, contra cinco em cada um dos Mundiais de 2002 e 2006 –, marcar pelo menos um gol em solo brasileiro não parece um desafio impossível para Klose. A busca pela marca começa nesta segunda-feira (16), às 13h, quando a seleção alemã encara Portugal na Arena Fonte Nova, em Salvador.

LEIA TAMBÉM

- Copa do Mundo 2014: acompanhe tudo o que está acontecendo na primeira fase do Mundial

O técnico Joachim Löw não garantiu que Klose será titular contra os portugueses. A tendência é que ele comece no banco de reservas, o que não chega a ser algo negativo na busca do recorde. Explica-se: em amistoso contra a Armênia, ele também começou no banco, mas entrou e marcou o seu 69º gol pela seleção da Alemanha, tornando-se o maior artilheiro com a camisa germânica, superando o ídolo Gerd Müller.

Curiosamente, Ronaldo tomou justamente de Müller o recorde de gols em Copas. Será Klose a tomar dele a marca agora, na Copa de 2014? O Fenômeno brincou há algumas semanas para que os brasileiros ajudassem a “secar” o alemão – o que rendeu uma série de críticas na imprensa da Alemanha. Se tiver que escolher entre o recorde pessoal e o tetracampeonato mundial, Klose já adiantou o que prefere.

“Eu quero vencer a Copa do Mundo no Brasil. Esta é a minha prioridade. Daremos tudo o que temos, mas naturalmente isso não é garantia, porque outras equipes grandes também têm este objetivo, e você precisa respeitar isso. Mas se pudermos implementar o que fomos capazes de alcançar, eu não tenho medo”, afirmou, em declarações ao jornal alemão Bild e traduzidas pela Gazeta Esportiva.