NOTÍCIAS
13/06/2014 14:30 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Em resposta às ofensas na abertura da Copa, Dilma Rousseff enfatiza: 'Xingamentos não me intimidam nem me enfraquecem'

Depois de ser ofendida durante a abertura da Copa do Mundo, a presidente Dilma Rousseff minimizou as agressões verbais sofridas ontem. "Não serão xingamentos que vão me intimidar, me atemorizar", destacou, em evento público em Brasília (DF) nesta sexta-feira (13) . "Eu não me abatarei por isso; não me abato nem me abaterei."

A presidente relembrou que enfrentou agressões de todo tipo, inclusive físicas, na época da ditadura militar. "Eu suportei não foi [] agressões verbais, mas agressões físicas quase insuportáveis, e nada me tirou do meu rumo", bradou.

Para a presidente, as manifestações desrespeitosas na Arena Corinthians, durante o jogo da Seleção, não refletem a opinião dominante no Brasil. "O povo brasileiro não age assim, não pensa assim e não sente a forma como esses xingamentos expressam", declarou, emendando que os brasileiros são civilizados e "extremamente generosos e educados".

"Podem contar que isso não me enfraquece", enfatizou Dilma.