NOTÍCIAS
01/06/2014 13:21 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:42 -02

"Nenhum legado é da Copa do Mundo", diz Dilma durante inauguração da Transcarioca

MARCOS DE PAULA/ESTADÃO CONTEÚDO

A presidente Dilma Rousseff participou neste domingo (01) da inauguração da Transcarioca, via exclusiva de ônibus entre o aeroporto internacional do Galeão e a Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, que ela definiu como um presente para a cidade.

“Acho que o BRT Transcarioca dá samba. Porque só as coisas grandes desse País deram samba. O BRT Transcarioca tem estatura, tem história, tem benefício para dar samba", discursou Dilma, durante a cerimônia de inauguração da via expressa.

transcarioca

Segundo a presidente, PT e PMDB formam uma grande parceria na cidade e no Estado do Rio de Janeiro desde o governo do presidente Lula. “Aqui no Rio formamos uma grande parceria desde o presidente Lula. Essa parceria nós fizemos não para nós mesmos, fizemos para a população do Rio de Janeiro", disse. Dilma contou que achou fantástico no corredor expresso o fato de os ônibus parecerem trens, possibilitando o transporte de passageiros com rapidez. "São trens sobre rodas", observou.

A presidente aproveitou para dizer ainda que as grandes obras de infraestrutura e transporte não são um legado da Copa do Mundo, mas sim do povo brasileiro. "Eu, pessoalmente, acho que nenhum legado é da Copa do Mundo, todos os legados são para o povo brasileiro. Por exemplo, não estamos fazendo aeroportos para a Copa do Mundo, estamos fazendo aeroportos para todos os brasileiros, por um acaso vão ser usados para a Copa do Mundo", afirmou.

Segundo a presidente, uma obra do porte da Transcarioca foi feita para os cariocas, não apenas para o mundial de futebol. Dilma disse ainda que a via expressa é um transporte público de massa e de qualidade, o padrão do transporte público de massa, um orgulho para o País.

dilma

(Com informações do Estadão Conteúdo)