NOTÍCIAS
30/05/2014 19:00 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:42 -02

Copa do Mundo: mosquito da dengue ataca Estádio Mané Garrincha

Veja

Larvas do Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue, foram descobertas ao redor do gramado e também próximo às traves do estádio Mané Garrincha, em Brasília, uma das 12 sedes da Copa do Mundo. Segundo o site Veja.com, em março a Vigilância Sanitária do Distrito Federal identificou água infectadas em diversos lugares do estádio, mas tentou manter a descoberta sob sigilo.

As larvas se espalharam principalmente pelas valas de escoamento localizadas na lateral do gramado. São justamente as canaletas que deveriam impedir o acúmulo de água que têm contribuído para a disseminação do mosquito. Também foram encontradas larvas do mosquito nos buracos onde são fincadas as duas traves do campo. O mosquito se reproduz em água parada.

LEIA TAMBÉM

Epidemia da dengue: política de "enxugar gelo" assusta o Brasil às vésperas da Copa do Mundo

Como medida de emergência, agentes sanitários têm trabalhado no estádio desde o mês passado, aplicando inseticidas nas áreas onde foram encontrados os focos do mosquito. Na manhã desta sexta-feira, uma nova inspeção foi realizada.

Leia a reportagem completa no site da Veja.com.