NOTÍCIAS
13/05/2014 16:10 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:35 -02

Bitcoin precisa de regulação para acabar com imagem de risco

KAREN BLEIER via Getty Images
This May 1, 2014 photo taken in Washington, DC shows a bitcoin medal. Bitcoin uses peer-to-peer technology to operate with no central authority or banks; managing transactions and the issuing of bitcoins is carried out collectively by the network. The Massachusetts Institute of Technology (MIT) announced on April 29, 2014 it would give $100 in Bitcoin to its 4,500 students starting in the Fall of 2014. The project started by two MIT students aims for a better understanding of emerging technologies. AFP PHOTO / Karen BLEIER (Photo credit should read KAREN BLEIER/AFP/Getty Images)

Reguladores precisam criar regras para tornar moedas virtuais como o bitcoin mais atraentes para consumidores comuns, disse um advogado da Fundação Bitcoin nesta terça-feira.

O bitcoin foi notícia no início deste ano quando a bolsa com sede em Tóquio Mt. Gox entrou com pedido de falência depois de comunicar a perda de 750 mil bitcoins em um ataque de invasores.

Patrick Murck, advogado geral da Fundação Bitcoin, disse que é necessário cooperação entre as autoridades para criar regras que possam apoiar os usuários que utilizam as moedas digitais de forma responsável.

"Há uma oportunidade de trabalharmos juntos, para que as pessoas parem de dizer que (o bitcoin) é assustador e arriscado", disse. "O desafio é ter um marco legal que faça sentido para as pessoas", completou Murck.

Lançado em 2009, o bitcoin permite realizar transações pela Internet. Apoiadores afirmam que o anonimato reduz o risco de fraude, enquanto críticos afirmam que o mesmo anonimato e a falta de uma autoridade central fazem com que seja mais fácil cometer crimes.