NOTÍCIAS
12/05/2014 10:47 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:35 -02

Protesto de motoristas e cobradores afeta zona sul de SP

LUIZ CLAUDIO BARBOSA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Motoristas e cobradores da Viação Vip fecharam por volta de 6h30 desta segunda-feira, 12, importantes vias da zona sul de São Paulo. Os trabalhadores, que realizam a manifestação desde as 4h, pedem reajuste salarial.

As avenidas Guarapiranga, M' Boi Mirim e Atlântica foram bloqueadas e centenas de passageiros tiveram que seguir viagem a pé. Moradores dos bairros de Jardim Ângela, Capão Redondo e Grajaú foram os mais prejudicados com a paralisação. Às 6h45, a avenida Robert Kennedy, no sentido Centro, tinha 6,1 quilômetros de lentidão, reflexo da manifestação dos funcionários da Viação VIP.O Paese foi acionado às 4h20 pela Secretaria Municipal de Transportes com 86 ônibus para servir os bairros de Jardim Ângela e Guarapiranga.

A paralisação dos trabalhadores durou quatro horas e os ônibus começaram a voltar a circular às 9h.Segundo a SPTrans, ainda não há uma estimativa de quantos passageiros foram afetados, mas a garagem onde aconteceu a paralisação tem uma frota de 224 ônibus que atuam em 19 linhas da região. Por causa das interdições nas vias Trânsito, houve bastante trânsito na região. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), às 9h15, a zona sul tinha o maior índice de congestionamento da capital, com 42 quilômetros de filas.

Veja abaixo a reação de moradores prejudicados e comentários sobre o protesto no Twitter.