NOTÍCIAS
09/05/2014 15:58 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:29 -02

Tumblr Mis Ladrones: brasileira assaltada no Uruguai segue todos os movimentos dos criminosos via Dropbox

Reprodução

O que você faria se descobrisse a vida das pessoas que ficaram com o seu celular roubado? A brasileira Vanessa Bosenbecker, que foi assaltada em Montevidéu em abril, resolveu fazer um tumblr, o Mis Ladrones, que está fazendo sucesso no Uruguai.

“No dia 20 de abril de 2014, eu estava em frente ao hostel onde me hospedei na Ciudad Vieja em Montevideo, quando fui surpreendida por um assaltante. Ele puxou a bolsa que eu levava a tiracolo, cortando meu pescoço. Levou uma quantia em dinheiro e meu celular. Não recuperei nem o dinheiro, nem o celular, mas tenho tido acesso a um material mais valioso que isso. Obrigada ao Dropbox por seguir sincronizando as fotos”, diz Bosenbecker no primeiro post do tumblr.

Como o celular estava sincronizado ao Dropbox, ela consegue acompanhar as fotos que estão sendo tiradas pelos novos donos do aparelho e ficam na nuvem do aplicativo. A inspiração dela foi um tumblr gringo com o mesmo propósito.


Bosenbecker sabe até onde eles estão, no bairro de Ciudad Vieja, em uma pensão para onde o assaltante fugiu depois do crime, segundo ela. Em um post recente no tumblr, ela explica que um grupo de homens chegaram a perseguir o assaltante - quando eles descobriram a pensão - e a polícia chegou a encontrá-lo e levá-lo até a delegacia para que ela fizesse o reconhecimento. Os policiais teriam dito a ela que as imagens de segurança não deixavam dúvidas sobre a identidade do homem. “O que foi feito com o rapaz, eu não tenho ideia. Só sei que os policiais não conseguiram recuperar meus pertences e eu regressei à minha rotina na manhã do dia seguinte”, explica. De volta ao Brasil, decidiu continuar postando as fotos dos novos donos do celular.

“Não foi nenhum deles que me abordou, mas como receptação de produto roubado também é crime, estão no mesmo saco que o mequetrefe que me machucou, me fez perder um dia da viagem na delegacia e que segue me dando dores de cabeça com as burocracias do seguro do celular. Vamos acompanhar o que eu ainda receberei via dropbox”, diz ela.