NOTÍCIAS

"Cabelo vassoura de bruxa": Faustão nega racismo e defende diversidade

28/04/2014 11:53 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:29 -02
Reprodução/Youtube

O apresentador Fausto Silva resolveu se pronunciar no programa de ontem (27) sobre a expressão que usou no domingo anterior para se referir à Arielle Macedo, dançarina da funkeira Anitta. O comentário dele – "Arielle com cabelo vassoura de bruxa" – gerou um buzz negativo nas redes.

Muita gente questionou se aquela qualificação negativa dos cabelos cacheados de Arielle não tinha carga do ainda presente racismo cordial dos brasileiros.

Neste domingo, Faustão disse que o comentário foi apenas uma brincadeira (escute o áudio abaixo). "Brinquei com o cabelo dela como brinco com minha roupa, com minha falta de inteligência", justificou.

Sem se recordar de como havia se referido aos cabelos da dançarina, disse que usou a expressão porque era um "cabelão e vermelho".

Faustão negou ser racista e criticou os internautas que se queixaram da forma como ele tratou o visual de Arielle.

"Caráter, competência, talento não têm nada a ver com cor da pele, orientação sexual, opção religiosa, com ter ou não ter dinheiro, ou partido político", defendeu o apresentador, ovacionado pela plateia do dominical.

LEIA MAIS:

- Racismo no Brasil: ator negro preso por engano, resposta de Glória Maria e caso BBB

- #SomosTodosMacacos: a resposta de Daniel Silva é celebrada

Para justificar que nunca foi racista, ele também se referiu a todas as celebridades amigas, como Lázaro Ramos, Taís Araújo, Ailton Graça e Beto Jamaica, e a seus funcionários de auditório, que trabalham há mais de dez anos com ele.

"Se eu tivesse esse comportamento [racista], essa gente estaria comigo?!", questionou. "Não vem fazer palhaçada com coisa que não tem."

Ouça o áudio completo: