NOTÍCIAS
21/04/2014 11:50 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:29 -02

Milagre: jovem foge de casa e viaja 5 horas sobre rodas de avião

Chris Sugidono/AP

É comum adolescentes discutirem com os pais e tentarem fugir de casa. Mas um jovem de 16 anos foi muito além disso na tarde de domingo (20), quando brigou com sua família, fugiu de casa, pulou a cerca de um aeroporto na Califórnia, e se escondeu no compartimento do trem de pouso de um avião com destino ao Havaí.

Segundo o agente do FBI Tom Simon, é um milagre ele estar vivo. "Ele nem sequer se lembra do voo. É incrível que ele tenha sobrevivido", disse Simon.

O avião chegou a 11.582 metros de altitude na viagem da Califórnia para o Havaí. O adolescente logo perdeu os sentidos, já que as temperaturas no compartimento caíram para cerca de 63 graus abaixo de zero.

Depois que o avião pousou em Maui, no Havaí, o jovem desceu de onde estava, um local onde as rodas do trem de aterrissagem se encaixam quando recolhidas, e saiu perambulando pelas pistas do aeroporto, onde foi visto pela equipe de terra.

"Parece um milagre. Não parecia haver nenhum tipo de equipamento especial", afirmou Simon. O passageiro clandestino disse às autoridades do FBI que fugiu de casa, pulou uma cerca no aeroporto de San Jose, na Califórnia, cruzou a pista e se escondeu no compartimento do trem de pouso do voo 45 da Hawaiian Airlines.

"A história confere" e não foram feitas acusações, disse Simon, do escritório do FBI em Honolulu.

O garoto foi entregue às autoridades locais de assistência à criança, e um exame médico revelou que ele não parece ter sofrido ferimentos. Ele é natural de Santa Clara, na Califórnia.

O tempo de voo entre San Jose e o Havaí foi de mais de cinco horas. "Nossa maior preocupação agora é o bem estar do garoto, que teve uma sorte imensa de ter sobrevivido", declarou a Hawaiian Airlines em comunicado.

Outros casos

Em agosto do ano passado, um menino de 14 anos sobreviveu a uma viagem de 35 minutos sobre as rodas de um avião na Nigéria. Mas outros já morreram tentando a mesma empreitada. Em 2010, um jovem de 16 anos morreu ao embarcar nesse compartimento em um um avião que viajaria de Charlotte a Boston, nos EUA. Além disso, um homem caiu em uma rua de Londres quando um voo de Angola começou o processo de aterrissagem em 2012.

(Com AP e Reuters)