MUNDO

As mais belas e perigosas estradas do mundo (FOTOS)

10/04/2014 10:18 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:23 -02
Getty Images

Dirigir pode ser um desafio para qualquer tipo de motorista e em qualquer estrada, porém, algumas dessas rodovias podem transformar uma simples viagem em uma travessia assustadora. Belas e fatais, não são poucas as estradas mundo afora que unem belezas naturais e perigos capazes de ceifar a sua vida.


1. Rodovia Skippers Canyon, Queenstown, Nova Zelândia

skippers canyon road

Recentemente eleita como uma das 22 estradas mais perigosas do mundo, a Rodovia Skippers Canyon, na Nova Zelândia, conta com todos os atributos para impressionar e ainda arrancar a vida dos viajantes. Acelerou demais e precisa ir para o acostamento? Amigo, aqui não existe acostamento...


2. Pali Highway, Oahu, Hawaii

pali lookout

O trecho da Rodovia Pali que leva até o mirante Nu'uanu Pali pode ser rico em história, mas também é uma rodovia em um penhasco íngreme, cheio de estradas sinuosas e buracos ocasionais que não deixam você tirar os olhos da estrada. Qualquer pessoa que esteja mais interessada em olhar a paisagem do que guiar o veículo precisa trocar de lugar.


3. Anel de Kerry, Irlanda

ring of kerry

Esta rota de cair o queixo é bastante conhecida por suas vistas incríveis de cachoeiras e florestas típicas da região. Ela também é conhecido pela variedade de turistas que saem da estrada ou sofrem acidentes por seguir de forma cega as indicações do GPS.


4. Caminho a Los Yungas, Bolivia

north yungas road

Esta estrada não carrega o título de "rodovia da morte" à toa. Todos os anos, aproximadamente 300 pessoas morrem ao mergulhar no desfiladeiro que acompanha a estrada. Conhecida por seus motoristas agressivos, quedas de pedras e constantes deslizamentos de terra, a travessia é um destino para poucos.


5. Los Caracoles, Chile

los caracoles chile

Basta a imagem acima para entender que a travessia em Los Caracoles deve ser feita com muita, mas muita atenção. Situada na Cordilheira dos Andes, em um trecho que une Chile e Argentina, o (movimentado) percurso só é recomendado para motoristas locais ou extremamente experimentes.


(Via The Huffington Post)