NOTÍCIAS
05/04/2014 17:41 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:23 -02

Datafolha: Dilma Rousseff seria eleita no primeiro turno, apesar de queda na popularidade

Ed Ferreira/Estadão Conteúdo

A presidente Dilma Rousseff seria reeleita no primeiro turno se as eleições fossem hoje. Os dados são da pesquisa Datafolha, divulgada neste sábado (5). Dilma conta com 38% das intenções de voto, contra 16% de Aécio Neves (PSDB) e 10% de Eduardo Campos (PSB). Contudo, a margem do triunfo da presidente é menor em relação a fevereiro.

Há dois meses, o Datafolha apontou que Dilma ganharia com 44% das intenções de voto. Mas apesar da perda de seis pontos percentuais, a presidente não viu seus principais adversários ganharem terreno considerável, já que Aécio segue estacionado nos mesmos 16% anteriores e Campos subiu apenas 1% em relação à pesquisa de fevereiro. Já os eleitores que votariam em branco ou nulo chegam a 20%, enquanto os que não sabem chegam a 9%.

Nos cinco cenários apontados pelo levantamento, o único em que Dilma iria para o segundo turno seria contra Marina Silva, que possui 27% das intenções de voto, quatro pontos percentuais a mais do que em fevereiro. A ex-senadora, contudo, deverá ser a vice na chapa de Eduardo Campos à Presidência da República.

Melhor que Dilma aparece apenas o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Após governar o País por dois governos, ele sempre reiterou que não pretende concorrer nestas eleições, mas ele é apontado pelos eleitores, e com larga vantagem sobre os demais, como a única opção superior à atual presidente.

O Datafolha informou que realizou 2.637 entrevistas em 162 municípios do país em 2 e 3 de abril. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral com o código BR 00064/2014.