COMPORTAMENTO

10 imagens chocantes que vão mudar a forma como você vê consumo e desperdício

02/04/2014 09:54 -03 | Atualizado 26/01/2017 20:57 -02

Como indivíduos e consumidores anônimos, é praticamente impossível estimar o impacto físico de nosso consumo e desperdício diários. Enquanto nossas marcas pessoais, sozinhas, podem não gerar um alerta, é difícil ignorar o efeito combinado dos hábitos e rituais humanos.

cell phones

Imagem Cell phones #2, Atlanta, 2005


O fotógrafo Chris Jordan trabalha com restos que a sociedade deixa para trás, fotografando o que sobrou de celulares, carros batidos e placas-mães de computadores. Amontados em quantidades estonteantes, esses bens descartados se assemelham a quebra-cabeças hipnóticos, campos de cores abstratos e fractais alucinantes. Jordan compara essas camadas complexas ao detalhe opressor do Grand Canyon, nos Estados Unidos.

A série de fotos, intitulada "Beleza Intolerável: Retratos do Consumo Americano em Massa", mostra a marca inequívoca da cultura americana em todo seu horror e apelo estranho e obscuro. "Estou estarrecido por essas cenas e, ainda assim, absorvido por elas com temor e fascinação", Jordan contou ao Huffington Post por e-mail. "A escala imensa de nosso consumo pode parecer desoladora, macabra, estranhamente cômica e irônica, e mesmo bonita, de forma obscura", descreveu. "Para mim, o aspecto consistente [do consumo] é a complexidade de escolamento."

jordan

ImagemCrushed Cars, Tacoma 2004


Ao nos deparamos com as imagens de Jordan, perdemos a habilidade de esquecer as consequências do nosso consumo, um pequeno mas necessário primeiro passo a caminho de uma mudança substancial. "Como um consumidor americano, eu não estou na posição de apontar dedos a quem quer que seja. Mas eu realmente sei que quando refletimos sobre uma questão difícil, na ausência de uma resposta, nossa atenção se volta para dentro e, nesse espaço, deve existir a possibilidade de alguma evolução de pensamento ou ação", desabafou Jordan. "Minha esperança é que as fotos possam ser portais para uma espécie de autoquestionamento cultural. Pode não ser o terreno mais confortável mas eu já ouvi que ao arriscar o autoconhecimento, pelo menos nós percebemos que estamos acordados."

Veja abaixo os esplêndidos trabalhos de Jordan, que mostram além de carros e celulares, vidros (imagem Glass), carregadores de celular (imagem Cell phone chargers) e vários outros restos de materiais.

  • Circuit boards, Atlanta 2004
  • Cell phone chargers, Atlanta 2004
  • Crushed Cars #2, Tacoma 2004
  • Glass, Seattle 2004
  • E-Waste, New Orleans 2005
  • Pole Yard, Tacoma 2004.
  • Recycling Yard #6, Seattle 2004
  • Steel Shred, Tacoma 2004