NOTÍCIAS
21/03/2014 11:39 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:13 -02

Avião desaparecido da Malásia: 2º dia de buscas no Índico termina sem resultados

A busca por destroços do avião desaparecido da Malásia no Oceano Índico continua, mas sem sinal dos objetos vistos em imagens de satélite.

A Austrália anunciou que as buscas por esta sexta-feira (21) terminaram sem avanços. Segundo o vice-primeiro-ministro da Austrália, Warren Truss, objetos vistos em imagens de satélite que levaram a uma caçada internacional em uma área remota no sul do oceano Índico em busca do avião desaparecido da Malaysia Airlines podem ter afundado.

Leia também: As vidas a bordo do avião desaparecido da Malásia

"Algo que estava flutuando no mar há tanto tempo pode não estar mais flutuando", disse ele a repórteres em Perth. "Podem ter ido para o fundo." As imagens foram feitas no dia 16 de março.

Truss disse que as buscas continuam em mares traiçoeiros em uma área a 2.500 quilômetros a sudoeste de Perth, e que as aeronaves da Austrália, Nova Zelândia e Estados Unidos receberão o apoio de aviões chineses e japoneses durante o fim de semana.

O vice-premiê australiano, que está atuando no lugar de Tony Abbot, enquanto o premiê visita a Papua Nova Guiné, afirmou que "nada significativo" foi identificado até o momento.

Cinco aviões foram enviados para a região com o objetivo de encontrar destroços da aeronave ou objetos que pertenciam às vítimas. A busca vai ser prorrogada por mais um dia.

A busca faz parte do esforço internacional para solucionar o mistério do avião que está desaparecido desde 8 de março. No total, tinham 239 pessoas à bordo da aeronave.

(Com Estadão Conteúdo e Reuters)