NOTÍCIAS
17/03/2014 13:00 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:13 -02

Com topo garantido, São Paulo de Muricy terá reservas no domingo

NELSON ALMEIDA via Getty Images
Brazils Sao Paulo team coach Muricy Ramalho gestures during the 2013 Copa Sudamericana semifinal first leg football match against Brazil's Ponte Preta held at Morumbi stadium, in Sao Paulo, Brazil, on November 20, 2013. AFP PHOTO / Nelson ALMEIDA (Photo credit should read NELSON ALMEIDA/AFP/Getty Images)

Já garantido na liderança do Grupo A do Campeonato Paulista, após ter "eliminado" o Corinthians com a derrota no jogo contra o Ituano, o São Paulo terá uma formação bastante diferente contra o Botafogo no próximo domingo. Se na derrota para o Ituano o técnico Muricy Ramalho poupou apenas Maicon, Douglas e Pabon, a tendência é que ele escale só reservas para o duelo que acontece em Ribeirão Preto.

"Agora sim, vamos completamente diferentes porque vai começar a decisão e teremos jogos difíceis. Contra o Botafogo você tem a viagem, que deve ser de ônibus, o calor, tem mata-mata na quarta-feira (contra o CSA, na Copa do Brasil, no dia 9 de abril), vai jogar um time que não vinha jogando", afirmou.

Com isso, é possível que o torcedor se depare com atletas que praticamente não tiveram oportunidades na primeira fase do Estadual. Nomes como Cañete, João Schmidt e Boschilia devem enfim ter chance para mostrar valor e tentarem ganhar mais espaço com o técnico.

A semana que se inicia será a última de relativa tranquilidade para o elenco. Isso porque depois de pegar o Botafogo no domingo, o time tricolor volta a campo no dia 26 de março para pegar o Penapolense nas quartas de final; se vencer volta a campo no dia 30 para a partida semifinal. Caso chegue à final, terá compromissos nos dias 6 e 13 de abril e, entre eles, ainda enfrenta o CSA no duelo de volta da Copa do Brasil, no dia 9. Pouco depois, no dia 20 de abril, inicia a participação no Campeonato Brasileiro contra o Botafogo, no Maracanã.

Até agora o São Paulo praticamente não teve problemas físicos no elenco e Muricy Ramalho tem comemorado o fato. Souza e Denilson são os únicos no departamento médico; o primeiro sofreu estiramento no joelho no clássico com o Corinthians e o camisa 15 tem dores na coxa.