NOTÍCIAS
12/03/2014 16:50 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:13 -02

Internautas caçam, em fotos, Boeing que desapareceu na Ásia

Getty Images
A Boeing Co. 737 aircraft operated by Malaysian Airline System Bhd. (MAS) is refueled on the tarmac at Kuala Lumpur International Airport (KLIA) in Sepang, Malaysia, on Tuesday, March 11, 2014. The probe into the disappearance of Flight 370 took another twist today as Malaysian authorities said one of the two people who boarded the plane with stolen passports was an Iranian who had no links to terror groups. Photographer: Charles Pertwee/Bloomberg via Getty Images

São Paulo – Uma operadora americana de satélites conseguiu captar esforços de internautas do mundo todo em busca do avião da Malaysia Airlines que desapareceu. A DigitalGlobe está usando dois de seus cinco satélites para captar imagens da região do Golfo da Tailândia e do Mar do Sul da China, de acordo com o Wall Street Journal.

As imagens são publicadas em uma plataforma online, a Tomnod. Nela, qualquer pessoa pode analisar as fotos em buscas de partes estranhas nas águas. Em entrevista ao WSJ, um porta voz da DigitalGlobe afirmou que as primeiras imagens publicadas foram vistas por mais de 100 mil pessoas. Cada pixel gerado, de acordo com ele, foi visto mais de 100 vezes.

Nenhuma das 100 mil pessoas, no entanto, foi capaz de encontrar qualquer sinal do Boeing 777 nas imagens de satélite.

Depois da publicação das primeiras imagens, na segunda-feira, o Tomnod viu um tráfego intenso. Mais de 500 mil visitantes entraram no site, o que causou uma queda nos servidores.

No momento em que este texto é escrito, não existem novas imagens na internet. Em breve, no entanto, o satélite deve passar novamente pela região e enviará mais material. É possível cadastrar um e-mail para receber um aviso assim que algo novo estiver disponíveis para análise no Tomnod.

A DigitalGlobe costuma vender imagens de satélites para governos e empresas privadas. Desta vez, tanto ela quando a Tomnod estão trabalhando de graça nas buscas.

Esforços coletivos

Plataformas virtuais costumam ser usadas em momentos como este. A própria DigitalGlobe já havia auxiliado nas buscas por um navio que desapareceu na costa australiana no ano passado. O método utilizado foi o mesmo, captando esforços de internautas.

Algo um pouco diferente aconteceu após a explosão das bombas durante a maratona de Boston. Usuários do Reddit resolveram caçar os terroristas. A análise de imagens pelos usuários esbarrou em preconceito racial. Um jovem foi acusado de ser o autor dos atentados. Ele foi encontrado morto algumas semanas depois.