NOTÍCIAS
08/03/2014 14:43 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:13 -02

Muito parecidos? Preso nesta semana suspeito de roubar copeira que acusou ator de roubo

UANDERSON FERNANDES/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu nesta semana o suspeito de ter roubado a mulher que se enganou ao acusar o ator Vinícius Romão de tê-la assaltado. Dione Mariano da Silva, 24, tem outras passagens por furtos. Ele foi capturado por policiais da 26ª Delegacia de Polícia com um revólver na noite de quinta-feira (6). O engano da copeira Dalva Moreira da Costa e do policial que efetuou a prisão equivocada, há três semanas, custou 16 dias de cadeia para o ator.

Como as imagens mostram, Dione e Vinícius não são tão parecidos. Não é porque ambos têm fenótipo semelhante – de negro e não de branco – que o engano se justifica. Quantos erros como esse não acontecem diariamente? Quantos negros não são jogados na vala comum da polícia por ter a mesma cor ou o mesmo black power? Como a polícia pode garantir o reconhecimento correto daquele que é preso quase em flagrante?

LEIA MAIS:

Racismo no Brasil: ator preso, Glória Maria e 'cheiro de neguinha'