NOTÍCIAS
24/02/2014 13:06 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:13 -02

Os 10 momentos mais irreverentes de Roberto Jefferson, delator do mensalão preso nesta segunda-feira

A prisão do ex-deputado federal Roberto Jefferson, no início da tarde desta segunda-feira (24), é o desfecho de uma das personagens mais irreverentes da República. Condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o petebista detonou a maior bomba do governo Lula: em 2005, delatou o mensalão, o esquema de compra de parlamentares com uso de dinheiro público. Sua biografia pós-revelação inclui momentos pitorescos, com bordões consagrados na história política brasileira – "Vossa Excelência [José Dirceu] provoca em mim os instintos mais primitivos" –, cantorias, olho roxo e até passeios de moto nos momentos finais de liberdade.

O Brasil Post reuniu algumas das cenas e frases mais marcantes de Jefferson. Se por um lado é um criminoso sentenciado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), por outro, é um títere, um dos protagonistas da mise-en-scène política brasileira, com suas feições tragicômicas.

#01. Jefferson peita Dirceu e revela instintos primitivos

Em depoimento ao Conselho de Ética da Câmara, o então ministro-chefe da Casa Civil foi alvo de provocações de Jefferson. O ex-deputado diz a Dirceu que ele "amedronta as pessoas" e admite que também tem medo porque o petista provoca nele "os instintos mais primitivos".


#02. Olho roxo: um acidente doméstico

jefferson

Em 2005, Jefferson apareceu para depor na CPI dos Correios com um olho roxo. O deputado disse se tratar de um acidente doméstico. Mas os boatos no Congresso, à época, davam conta de que o petebista fora agredido por algum dos políticos envolvidos no mensalão...


#03. Sai daí, Zé!

Em junho de 2005, Roberto Jefferson declarou no Congresso que Lula era inocente e não sabia do mensalão. O deputado disse que havia recomendado ao então ministro José Dirceu para deixar o cargo imediatamente e, assim, prevenir que a crise do mensalão respingasse no presidente Lula.


#04. Rato magro que se lambuza com mel

rato

Uma das mais clássicas expressões de Jefferson foi proferida em plenário em seu discurso de defesa, antes de ter o mandato cassado em setembro de 2005. Ele metralhou contra o PT e chamou o partido de "rato magro".

"O PT, nesse Campo Majoritário, e essa cúpula que assaltou o Brasil… Rato magro, hein. Quem nunca comeu mel, quando come, se lambuza. Rato magro", vociferou.


#05. Cantorias

Tenor, Jefferson sempre aproveitou suas pausas nas sessões do Congresso para fazer aulas de canto. Já cantou no Jô Soares e em outros programas de TV, como no vídeo abaixo, em que é possível desfrutar de sua voz em ˜20 segundinhos˜ de "When I fall in love".


#06. Banquete real para presidiário

salmon

Uma das estratégias de defesa de Jefferson, para garantir a ele prisão domiciliar, foi argumentar a necessidade de dieta especial do deputado, que retirou um câncer do pâncreas em 2012.

No cardápio, os itens obrigatórios são: geleia real, salmão defumado, leite com baixa lactose e suco batido com água de coco.

Tal "dieta extremamente rígida", segundo alegaram seus advogados, não sensibilizou a junta médica indicada pelo STF, que em dezembro descartou a prisão do político em casa.


#07. Alfinetada Final

Condenado a sete anos e 14 dias, Jefferson teve a ordem de prisão decretada na sexta-feira passada. Como tem que pagar uma multa superior a R$ 720 mil, iniciou uma vaquinha online inspirada nos mensaleiros petistas. Entretanto, "para garantir o caráter de transparência e lisura neste processo", pediu aos doadores que se identifiquem, com nome e CPF. A lista com os dados será enviada ao STF.

Essa transparência toda não foi vista na campanha de solidariedade do PT, que despertou a desconfiança de ministros do Supremo.


#08. Born to be Wild

roberto jefferson

Para aproveitar os últimos momentos de liberdade, Jefferson deu um rolê a bordo de sua Harley Davidson no fim de semana. Policiais federais na cola dele, aguardando a chegada do mandado de prisão, foram apenas espectadores da derradeira traquinagem.


#09. "Imprima o mandado de prisão aqui em casa"

Enquanto aguardava com a família a hora da prisão, Jefferson ofereceu a impressora aos policiais federais, na porta de sua casa. "Podem imprimir o mandado de prisão", teria dito, com bom humor, o ex-deputado aos agentes.


#10. Botafoguense sofredor

jefferson

Na manhã desta segunda-feira (24), Jefferson disse que sua espera pela prisão estava angustiante. Mas ponderou que o sofrimento é permanente na vida dele: "Deus só dá carga para quem pode puxar. Sou 'harleyro'e botafoguense, acostumado a sofrer".