NOTÍCIAS
19/02/2014 14:54 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:04 -02

Padilha repudia machismo em vídeo contra Sheherazade

Globo via Getty Images
BRASILIA, BRAZIL - SEPTEMBER 25: (BRAZIL OUT) Health Minister Alexandre Padilha during he IX Congress of the National Consumer Protection on September 25, 2013 in Brasilia, Brazil. (Photo by Andre Coelho/Globo via Getty Images)

O ex-ministro da Saúde e pré-candidato ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha (PT) publicou na tarde desta quarta-feira (19) um texto em defesa da apresentadora e comentarista Rachel Sheherazade, do SBT.

Pelo Facebook, Padilha afirmou que, apesar de "em vários momentos" ter pontos de vista opostos ao da apresentadora, escreveu para repudiar um vídeo que circula na internet, "uma montagem que tem o único propósito de desmoralizá-la".

Para o ex-ministro, o vídeo "constitui um ataque a todas as mulheres", já que reforça ideias machistas "que precisamos combater com veemência", escreve. Padilha também defendeu a apresentadora em sua conta pessoal no Twitter.

"Como diz o PR Lula, nos últimos dez anos, tivemos avanços no espaço das mulheres no mercado de trabalho, inclusive do Jornalismo, na política ,nas universidades, no PRONATEC... Mas nem por isso o número de homens na cozinha aumentou na mesma proporção", afirmou Padilha.

Uma curiosidade: o candidato a governador de São Paulo errou o nome da apresentadora que defendeu. Escreveu "Raquel", em vez de "Rachel".

Nota do editor

A repórter e blogueira Amanda Previdelli já tratou aqui no Brasil Post sobre o vídeo apontado pelo ex-ministro Alexandre Padilha que, segundo ambos, é uma manifestação extremamente machista. Fica a dica da leitura:

- Em defesa de Rachel Sheherazade (VÍDEO)

Diego Iraheta