NOTÍCIAS
07/02/2014 21:33 -02 | Atualizado 26/01/2017 20:50 -02

Felipão afirma, em tom de brincadeira, que não fica no Brasil se perder a Copa 2014

ASSOCIATED PRESS
Brazil's coach Luiz Felipe Scolari listens to reporters' questions during a press conference following his team's training session at Seoul World Cup Stadium in Seoul, South Korea, Friday, Oct. 11, 2013. Brazil's national soccer team will play a friendly soccer game against South Korea on Saturday, Oct. 12, in Seoul. (AP Photo/Lee Jin-man)

Felipão já sabe para onde se refugiar caso não consiga levar a seleção brasileira ao título mundial. Em coletiva de imprensa realizada em Brasilia nesta sexta-feira, o técnico do time nacional disse, em tom jocoso, que não ficará no Brasil.

"Se perder o Mundial tem uma embaixada do Kuwait aqui do lado e peço asilo", disse Felipão, que dirigiu o Al Qadisiya, do Kuwait, por duas vezes, além de ter comandado a seleção local entre 1990 e 1991.

Confiante no hexa, Felipão acredita que o Brasil não terá tantas complicações no caminho até o Maracanã, no dia 13 de julho, data da final do Mundial. "Evidentemente que respeitamos os nossos adversários, mas, na minha opinião, não há nada de complicado para ser campeão do mundo no Brasil. Estamos prontos."