MUNDO
06/02/2014 16:04 -02 | Atualizado 26/01/2017 20:50 -02

Sony lucra no fim de 2013 e confirma venda da Vaio

dzhingarov/Flickr
Sony Vaio - Find more information at <a href="http://goo.gl/B3F1Bl" rel="nofollow">Tech Surprise</a>

A Sony anunciou um lucro líquido de 27 bilhões de ienes no terceiro trimestre do ano fiscal, referente ao período de outubro a dezembro do ano passado. No mesmo período de 2012, a empresa havia registrado prejuízo de 10,8 bilhões de ienes.

A empresa japonesa também anunciou um corte de projeções para o ano fiscal. A Sony antecipou perdas de 110 bilhões de ienes para o ano inteiro, que se encerrará em março. A estimativa anterior era de um lucro de 30 bilhões de ienes.

O número divulgado nesta quinta-feira também é muito abaixo da expectativa de analistas consultados pelo provedor de dados financeiros Quick, de ganhos de 16,79 bilhões de ienes no ano fiscal. Essa foi a segunda revisão para baixo da Sony em três meses.

A empresa continua a sofrer perdas no segmento de negócios eletrônicos. Frustrados com o ritmo de recuperação, investidores e analistas pediram que a empresa tome ações drásticas, incluindo vendas de divisões e mais cortes de custos e fechamentos de plantas.

Nesse contexto, a Sony também confirmou que irá vender a unidade de computadores pessoais para a Japan Industrial Partners. Atualmente, a Sony opera no segmento com a marca VAIO. O acordo definitivo deve ser concluído até o fim de março, afirmou a Sony.

A empresa também anunciou a alocação de aproximadamente mais 20 bilhões de ienes para reestruturar as despesas no ano fiscal de 2013 e mais 70 bilhões de ienes para reestruturar as despesas no ano fiscal de 2014. "A Sony espera que essas medidas resultem em reduções do custo anual fixo em mais de 100 bilhões de ienes, a começar no ano fiscal de 2015", afirmou a empresa, em documento.

A Sony também antecipou que irá cortar cerca de 5 mil empregos até o fim do ano fiscal de 2014. Desse total, 1.500 serão demitidos no Japão e 3.500 no exterior.