NOTÍCIAS
06/02/2014 14:33 -02 | Atualizado 26/01/2017 20:50 -02

Exposição sobre Joan Miró chega ao Brasil

Reprodução

Um recorte inédito da obra de Joan Miró (1893 – 1983) chega ao Brasil em exposição que apresenta 69 trabalhos do artista espanhol e 23 fotografias em preto e branco que o registram durante o processo de criação. Depois de passar por galerias de arte e museus da Europa, América e Oceania, a mostra “A Magia de Miró, desenhos e gravuras” fica em cartaz na Caixa Cultural, entre 22 de fevereiro e 20 de abril, de terça a domingo, das 9h às 19h, com entrada Catraca Livre.

“A gravura exige um conhecimento técnico profundo, e Miró era um mestre da gravura. Espero que o público aprecie a qualidade dessas obras, que revelam uma face do artista que os brasileiros ainda não conhecem”, diz Denise Carvalho, produtora executiva da exposição no Brasil pela Zíngara Comunicação, Marketing e Produções Culturais.

O curador de “A Magia de Miró”, Alfredo Melgar, conde de Villamonte e fotógrafo, é o grande responsável por esse recorte peculiar das obras citado pela produtora. “O acervo é da coleção pessoal de Melgar, que foi amigo de Miró”, conta. As fotos expostas são de autoria dele, que registrou Miró em momentos descontraídos, com extrema naturalidade.

Em suas criações, o gravurista experimentou inúmeras possibilidades de formas e de cores, compondo um mundo próprio, de sonhos e de magia. A mostra é um convite para esse universo onírico. Alguns dos desenhos em exposição são esboços ou notas; outros, são obras únicas, muitas delas realizadas em papel, com desenhos em várias superfícies, feitos com lápis e giz de cera, ao longo dos últimos cinco anos de vida do artista.

Após a temporada em São Paulo, a exposição segue para as unidades da Caixa Cultural em Curitiba (20 de maio a 20 de julho de 2014), Rio de Janeiro (28 de julho a 28 de setembro de 2014), Recife (7 de outubro a 7 de dezembro de 2014) e Salvador (16 de dezembro de 2014 a 8 de fevereiro de 2015).

Inauguração especial

No dia da inauguração, 22, às 16h30, Alfredo Melgar recebe o público para falar sobre sua relação com Miró e a realização da mostra. Em paralelo, acontece a “Slow Art Intervention”, uma atividade em frente ao prédio da Caixa Cultural, que tem o intuito de levar a arte para as ruas por meio da exibição ao ar livre de um documentário sobre a vida do artista espanhol.