NOTÍCIAS
05/02/2014 10:16 -02 | Atualizado 26/01/2017 20:50 -02

Coreias reunirão famílias separadas em guerra

AP
South Korean soldiers look toward the North Korean side as a North Korean solder approaches the UN truce village building that sits on the border of the Demilitarized Zone (DMZ), the military border separating the two Koreas, during the visit of U.S. Secretary of Defense Chuck Hagel to the DMZ in Panmunjom, South Korea, on Monday, Sept. 30, 2013. (AP Photo/Jacquelyn Martin, Pool)

A Coreia do Sul informou que alcançou um acordo com a Coreia do Norte para realizar a primeira reunião entre as famílias separadas pela Guerra da Coreia, nos anos 50.

O encontro ocorrerá entre 20 e 25 de fevereiro, que coincidirá com o início dos testes militares da Coreia do Sul e dos EUA. A Coreia do Norte diz que esse exercício é um ensaio para uma invasão, enquanto os aliados afirmam que o propósito é unicamente um treino de defesa.

A Coreia do Norte recentemente cancelou uma reunião agendada para setembro ao acusar a Coreia do Sul de preparar exercícios militares e outros atos hostis.

O Ministério da Unificação de Seul disse que o acordo foi alcançado durante um encontro entre delegados da Cruz Vermelha de ambas Coreias. O ministério não forneceu mais detalhes.