NOTÍCIAS
04/02/2014 17:04 -02 | Atualizado 26/01/2017 20:50 -02

Cinco vitórias populares contra violações a direitos durante os preparativos da Copa

Alberto Leal/500px

Não faz muito tempo que a palavra de ordem “Não vai ter Copa” surgiu nas manifestações que denunciam os impactos sobre a população e questionam o legado da Copa do Mundo de 2014. Com outras faixas, como “Copa pra Quem?”, há três anos as organizações populares das 12 cidades-sede vêm denunciando as remoções de comunidades, questionando a construção de obras contrárias ao interesse público e reivindicando o direito da população de trabalhar em áreas sujeitas às exigências da Fifa. Protestos, abaixo-assinados e ações judiciais foram instrumentos capazes de trazer a vitória da população organizada em alguns desses casos – e essas conquistas talvez sejam o principal legado que a Copa deixará para o Brasil. Leia as histórias nos links abaixo.

Natal: um projeto alternativo de tráfego poupa a comunidade do despejo

Salvador: baianas usam Internet no "lobby" contra a FIFA

Belo Horizonte: feirantes persistem diante do Mineirinho

Fortaleza: 22 comunidades ainda em luta

Rio de Janeiro: a revolta contra o novo Maracanã