NOTÍCIAS
03/02/2014 12:50 -02 | Atualizado 26/01/2017 20:50 -02

Dilma Rousseff lamenta a morte do documentarista Eduardo Coutinho

FELIPE RAU/ESTADÃO CONTEÚDO

Na manhã desta segunda (03), a presidente Dilma Rousseff lamentou no Twitter a “trágica morte” de Eduardo Coutinho. O documentarista brasileiro foi morto a facadas pelo filho esquizofrênico, no último domingo (02), em seu apartamento no Rio de Janeiro.