NOTÍCIAS
03/02/2014 19:51 -02 | Atualizado 26/01/2017 20:50 -02

Brasil começa a chegar a Sochi com atletas do bobsled

Karsten Schaffrick/500px

Os atletas que compõem as equipes masculina e feminina de bobsled do Brasil foram os primeiros competidores do País a desembarcarem em Sochi, sede dos Jogos Olímpicos de Inverno, que terá a sua cerimônia de abertura realizada na próxima sexta-feira. E eles já se instalaram na Vila da Montanha, a maior das três vilas olímpicas de Sochi.

Edson Bindilatti, Edson Martins, Fabio Gonçalves e Odirlei Pessoni formam a equipe masculina titular do bobsled do Brasil, enquanto Fabiana dos Santos e Sally Mayara compõem a dupla feminina. Os reservas Davidson de Souza e Larissa Antunes também estão na Vila Olímpica, mas só poderão ser utilizados em caso de lesão.

O técnico Cristiano Paes afirmou que essas equipes de bobsled são as melhores formadas pelo Brasil. "O nosso desenvolvimento essa temporada foi muito bom e os resultados comprovam isso. Levei a Fabiana para morar e treinar em Calgary e realizamos vários campings de treinamento com todos eles também no Canadá. Tudo isso ajudou para o desenvolvimento das equipes nesses últimos anos", disse.

Com participações nos Jogos de Salt Lake City, em 2002, e de Turim em 2006, Edson Bindilatti espera conquistar um bom resultado em Sochi. "O objetivo inicial era qualificar para os Jogos e levar o Brasil de volta ao cenário mundial do bobsled. Mas a gente não se contenta só com isso. Já que classificamos, queremos mais. A vontade de fazer o nosso melhor é muito grande", afirmou.

A disputa feminina de bobsled será realizada em 18 e 19 de janeiro e a masculina nos dias 22 e 23. A partir de quarta-feira serão realizados treinos livres na pista de Sochi, enquanto as atividades oficiais estão programadas para a semana seguinte. Todas as equipes precisam completar ao menos duas das seis descidas para obter a classificação para a competição.

Em 2002, em Salt Lake City, a equipe masculina do Brasil ficou na 27ª colocação na disputa do bobsled de quatro, melhorando duas posições em 2006. Já a participação de Fabiana e Sally é inédita para as mulheres brasileiras no bobsled.