MUNDO

As cores e a intimidade de Cuba, segundo Julia Rodrigues

31/01/2014 10:58 -02 | Atualizado 26/01/2017 20:50 -02
Divulgação/Julia Rodrigues

cuba

Romper com a própria timidez e extrapolar os limites da vida alheia. Esta parece ser a proposta da fotógrafa Julia Rodrigues (27) com o Grande Inventário de Pessoas. Projeto orquestrado nas horas vagas da artista carioca, o catálogo de imagens busca ressaltar o que há de mais sensível em cada abordagem a ilustre desconhecido na rua. São imagens simples, marcadas pelas cores e pequenos fragmentos particulares dos entrevistados/fotografados.

Depois de trabalhar ao lado de grandes nomes da fotografia brasileira - caso de Ernani D’Almeida e Jorge Bispo -, Rodrigues foi até Cuba para ressaltar o que há de mais colorido e precioso no universo particular da pequena ilha. Fotos que ultrapassam a intimidade de cada personagem, passeiam pelas rachaduras das paredes e se convertem no pequeno jogo de texturas parcialmente reforçada nas imagens abaixo.


cuba



cuba



cuba



cuba



cuba



cuba



cuba



cuba



cuba



cuba



cuba



cuba



cuba



cuba



cuba



cuba



cuba